Com o avanço da vacinação contra a Covid-19 e a melhora dos índices de saúde em todas as regiões do estado, o Governo de São Paulo estendeu o horário de funcionamento dos estabelecimentos das 21h às 23h e a capacidade de ocupação passou de 40% para 60%.

#PraCegoVer: Movimento de pessoas e veículo na Av. Anchieta, no Centro de Caraguatatuba (Foto: Luís Gava/PMC)

A Prefeitura de Caraguatatuba, em consonância com a atualização da Fase de Transição do Plano SP, publicou o Decreto 1.484/2021 na Edição 579 do Diário Oficial Eletrônico desta quinta-feira (8), com as novas medidas para a retomada econômica no município. Caraguá está com 44% dos 80 leitos de UTI Covid-19 com pacientes e 32% dos 153 leitos da enfermaria Covid-19 com internações.

Conforme o Decreto 1.484/2021, a Prefeitura de Caraguatatuba  liberou 60% de ocupação e funcionamento das 6h às 23h para o atendimento presencial dos comércios não essenciais.

#PraCegoVer: Calçadão Santa Cruz, uma das áreas de maior concentração de comércios do Centro de Caraguatatuba (Foto: Luís Gava/PMC)

Para a possibilidade de eventos de pequeno porte, eles devem atender todos os protocolos, só poderão ocorrer com todos sentados e após a aprovação de um plano pela Vigilância Sanitária. Estão proibidas atividades com público em pé.

Cultos e reuniões religiosas acompanham os horários e capacidade do novo decreto.

Após o fechamento no horário estabelecido, os comércios podem continuar exclusivamente com o “delivery”, ficando proibido os serviços de retirada  no local (“drive thru” e “take away”). Essas normas da Fase de Transição do Plano SP vigoram até 31 de julho, mas poderão ser revistas conforme a tendência de novos casos, internações e mortes por Covid-19.