Secretaria de Assistência Social apresenta serviços para Aldeia Boa Vista

0
137

A equipe da secretaria de Assistência Social da Prefeitura de Ubatuba esteve na Aldeia Boa Vista, no bairro Prumirim, na manhã da terça-feira, 25, em continuidade ao ciclo de encontros com as comunidades tradicionais, indígenas e quilombolas, que tem o objetivo de ouvir demandas e apresentar os serviços e programas oferecidos ou em implementação.

Após uma recepção com cantos e danças indígenas, foi aberta a mesa de diálogo com a comunidade, que conta atualmente com 63 famílias da etnia Guarani Mbya.

Em seu pronunciamento, o cacique Marcos Tupã colocou as principais solicitações para melhoria das condições da aldeia e ressaltou as dificuldades geradas pelo período de pandemia da Covid-19, que prejudicou a produção e venda de alimentos e de artesanato. Pela aldeia, falaram também a liderança indígena Emerson Kuaray (Sol) e
Zilda de Lima Keretxu (Guia de Todas as Estrelas), funcionária indígena vinculada à Secretaria da Assistência Social.

O sociólogo Uirá Freitas, técnico de referência para as comunidades tradicionais, da equipe da Secretaria de Assistência Social, apresentou os serviços existentes e formas de acesso, em especial o Cadastro Único do governo federal. Já a coordenadora de Trabalho e Renda, Priscilla Patricio, explicou o funcionamento do Setor de Trabalho e Renda e os serviços oferecidos, principalmente os cursos que deverão iniciar em parceria com o Sebrae e o Senai.

O secretário Márcio Candido ressaltou os novos programas a serem implementados, em especial o Cartão Social e o Centro Público de Economia Solidária, bem como destacou os conselhos municipais vinculados à secretaria de Assistência Social e a importância da participação da sociedade nas decisões da política pública municipal.

Em seguida, a comunidade compartilhou suas dúvidas e fez propostas pertinentes aos diversos assuntos. Candido assumiu o compromisso de retornar em breve à aldeia, junto com a prefeita Flavia Pascoal e as secretarias que atuam nas áreas de maior interesse da comunidade.